Galp

Honda H’ness CB350 – Uma viagem ao passado com a nova CB

Publicado por Standocasião há 2 meses

Este modelo agora anunciado no mercado Indiano, modelo que poderá ou não chegar à Europa, provoca-nos, especialmente a mim, um sentimento saudosista. É que precisamente há algumas décadas atrás, ao completar os meus 18 anos e ter conseguido, com sucesso e à primeira, tirar a carta de moto ( no mesmo dia chumbei a de carro por ter passado um cruzamento a abrir ) o meu querido avô fez-me uma surpresa e tinha uma CB350 à minha espera.

Honda CB 350 de 1968/1973

A moto não era nova, mas tinha poucos Kms, feitos primeiro pelo Manuel João e depois pelo meu primo Carlos Azevedo, que me a passou. Lembro-me que a moto ainda não estava totalmente paga e que eu na altura assumi o compromisso de ir ao VIDAL, todos os meses, liquidar a letra respectiva daquele mês ( na altura o crédito era com letras ).

A Honda CB350 de 1972, moto que a Honda produziu de 1968 a 73 e da qual vendeu mais de 250.000 unidades, dava pelo registo LS-50-19 ( ainda me lembro ) e foi a minha primeira moto de “grande” cilindrada, depois de 2 anos de Zundapp Santa Maria ( mas essa é outra história ). Com ela mil aventuras realizei e por bairros e faculdades sempre andei, deambulando nas horas vagas entre os cafés da Suprema e do Vává, enquanto ía frequentando o IST para ser “engenheiro”, sendo habitual rumar a terras cascalenses ao fim de semana, lugar de onde é natural a minha família materna.

Uma preparação da Honda CB350 de 1970 divulgada pela Bike Exif

É por isso que esta notícia de hoje mexe especialmente com os meus registos neurológicos provocando uma espécie de rewind mental que me faz reviver alguns daqueles momentos há muito arrumados nas gavetas do esquecimento ( já não há cabeça para tanta informação ).

A nova CB350, não é uma bicilíndrica como a sua antecessora, mas sim uma monocilíndrica, de 348cc, que debita cerca de 21 hp e com um binário máximo de 30 Nm, valores que ficam aquém dos quase 40 cv que debitava a minha “ 3 e meio” dos anos 70 e que atingia com facilidade os 170 Km/h.

No entanto a nova versão da CB 350, com apelido real de “Your HighNess “ ( é o que quer dizer a designação H’ness ), foi especialmente concebida para enfrentar uma concorrência instalada num mercado fortíssimo, na Índia, onde reinam as Royal Enfield 350 ( que vai lançar um novo modelo Meteor ) e as novas Jawa, estas mais potentes e modernas que as anteriores e com arrefecimento líquido.

A nova Honda CB 350 reúne por isso características especialmente definidas para o contexto do mercado indiano e que incluem entre outras escape cromado, jantes de liga, suspensões dianteiras telescópicas, dois amortecedores traseiros, travões de discos, ABS às duas rodas, duplo cabo de acelerador, indicador de descanso lateral e um toque de modernidade com a inclusão da possibilidade de selecionar diferentes níveis de controle de tração e também a possibilidade ( inédita neste segmento ) de emparelhamento via Bluetooth com um smartphone para beneficiar de algumas funcionalidades úteis como a navegação, musica e atendimento de chamadas.

Resta-nos a dúvida se alguma vez este modelo irá chegar ao mercado europeu refém do tipo de exigências cada vez mais apertadas em matéria de emissões e actualmente definidas no Euro 5.

Obrigado Honda por me avivares a memória…

Anuncios Recentes

Ver Todos