Galp

Novo Hyundai i20 no final do mês. Desde €14 540 até 31 de Dezembro

Publicado por Standocasião há 3 semanas

O novo i20 foi oficialmente reveladi pela Hyundai (saiba tudo aqui) em vésperas do que deveria ter sido a edição de 2020 do Salão de Genebra – que, por razões de todos conhecidas, relacionadas com a pandemia, acabou por se não realizar. Agora, é tempo de o modelo iniciar a sua carreira comercial no nosso país, já no final do presente mês de Novembro, estando disponível em pré-venda a partir de €14 540, graças a uma campanha especial de lançamento criada para o efeito pelo importador para Portugal do construtor sul-coreano, válida até 31 de Dezembro de 2020 e que pressupõe a opção pelo financiamento da marca – além de prever, igualmente, uma valorização extra de €1250 numa eventual retoma, e de incluir a garantia de fábrica de sete anos sem limite de quilómetros, período durante o qual são, ainda, oferecidos a assistência em viagem e os check-ups anuais.


De recordar que, nesta sua terceira geração, o i20, a par de um novo visual exterior, inspirado na mais recente linguagem de design “Sensuous Sportiness” da Hyundai, cresceu 5 mm comprimento, 30 mm em largura e 10 mm entre eixos (a altura foi reduzida em 24mm, para reforçar a sensação de dinamismo), o que muito contribui para uma habitabilidade mais generosa e para o aumento de 25 litros da capacidade da mala (agora com 351 litros). Conectividade e segurança foram outras das grandes apostas, como o provam os dois ecrãs de 10,25” (um servindo como painel de instrumentos totalmente digital, o outro destinado ao sistema de infoentretenimento); as ligações Apple CarPlay e Android Auto; o sistema de carregamento por indução para smartphones; a tecnologia Bluelink (permite aceder a várias aplicações e serviços online); o cruise control inteligente com base na navegação; o assistente à manutenção na faixa de rodagem; a monitorização do ângulo morto; a travagem autónoma de emergência com detecção de peões e ciclistas; o alerta de tráfego pela traseira com assistência anti-colisão; ou o alerta de fadiga do condutor.


A oferta de motores inclui a quatro cilindros 1.0 MPi de 84 cv (caixa manual de cinco velocidades), assim como o três cilindros 1.0 T-GDi, nas suas declinações de 100 cv e 120 cv – sendo a tecnologia mild hybrid, com sistema eléctrico de 48 Volt, uma opção na derivação menos potente, e de série na variante de topo. Nas suas versões mild hybrid, o motor 1.0 T-GDi é proposto com as caixas de velocidades 7DCT (pilotada de dupla embraiagem e sete velocidades) ou iMT (manual de seis velocidades “inteligente”, por desacoplar o motor da transmissão sempre que o pedal de acelerador é libertado, para poupar combustível); caso contrário, pode ser combinado com a caixa 7DCT, ou com uma caixa manual de seis relações convencional.


Autor: António de Sousa Pereira, Absolute Motors.

Anuncios Recentes

Ver Todos