Galp

Honda Africa Twin CRF 1100 L – Novo projecto “Supercharged”

Publicado por Standocasião há 1 mês

Segundo informações relacionadas com patentes recentemente registadas parece ser que os engenheiros da Honda estão a desenvolver um motor sobrealimentado com base no bicilíndrico da actual Africa Twin 1100 L.

De acordo com os documentos que constam do registo de patentes japonês parecem não restar quaisquer dúvidas sobre este desenvolvimento onde podemos observar um motor sobrealimentado que aparece montado num quadro idêntico ao da actual Africa Twin CRF 1100L.

O objectivo poderá ser o de desenvolver um novo modelo que possa fazer frente às potências das motorizações das concorrentes mais directas, exemplo da BMW R 1250 GS com os seus 136 cv ou da Ducati Multistrada 1260 com os seus actuais 158 cv que com a nova versão V4 que está prestes a ser revelada poderá ainda subir mais  fasquia para os 170 cv.

Com outros fabricantes como a Kawasaki a apostarem com sucesso nos motores sobrealimentados, como é o caso das suas H2, que já comprovaram que ao contrário dos impetuosos e quase incontroláveis motores turbo, o sistema de sobrealimentação permite um dosear progressivo da entrega de potência, os engenheiros da Honda ainda assim desenvolveram um sistema diferente do sistema por centrifugação da Kawasaki que funciona melhor nos altos regimes e que no caso da Honda permite dotar o motor de um binário ainda mais progressivo e entregue desde os baixos regimes.

O sistema desenvolvido pela Honda incorpora ainda um “bypass”  que funciona por controle electrónico e que faz acionar uma borboleta que abre e estabelece uma comunicação directa entre a caixa de ar e a admissão nos regimes mais baixos do motor suavizando ainda mais as subidas de regime.

As patentes agora registada do novo motor bicilíndrico sobre alimentado da Africa Twin são uma realidade , o que não implica forçosamente que um novo modelo com esta tecnologia possa chegar a ser produzido. No entanto todos os desenhos agora revelados deixam transparecer de que é um projecto existente numa fase já adiantada da sua concepção e que poderá facilmente ser adoptado num novo modelo. Conhecendo o conservadorismo da Honda poderemos ter que esperar até 2022 para conhecermos mais desenvolvimentos sobre este tema.

O certo é que o mercado das motos Adventure de grande cilindrada e potência continua em crescimento e outros construtores têm vindo adiantando-se no mesmo com modelos especialmente focados nesse segmento inclusivamente a própria Kawasaki que lançou este ano uma nova Versys 1000 com 120 cv e em paralelo uma Naked Z com motor H2, poderá a qualquer momento e se assim entender colocar com facilidade no mercado uma Versys H2.

Aguardemos mais notícias sobre este interessante tema e sobre novos modelos para 2021/22 neste segmento tão competitivo.

Anuncios Recentes

Ver Todos