Galp

BMW iX revelado: SUV eléctrico com mais de 500 cv em 2021

Publicado por Standocasião há 2 semanas

Eis as primeiras imagens do novo BMW iX, primeiro fruto do programa Vision iNext, que define o futuro a médio prazo da marca bávara, nomeadamente no domínio da electrificação. Trata-se de um SUV concebido de raiz para a mobilidade totalmente eléctrica, que estreia a arquitectura com que a marca de Munique promete redefinir a experiência de condução, a sensação de espaço a bordo e a relação entre o automóvel e os seus ocupantes, e a qual será utilizada por uma família totalmente nova de modelos, de que o iX não é mais do que o primeiro membro.


Com início de produção agendado para o segundo semestre de 2021, o novo BMW iX integra as mais recentes inovações desenvolvidas pelo seu construtor em termos de electrificação, condução autónoma, conectividade e sustentabilidade, prometendo fazer uso extensivo de materiais naturais e reciclados. Até o seu design exterior foi definido respeitando a linguagem estilística criada especificamente para a futura geração de modelos eléctricos do fabricante teutónico, assente em linhas simples e minimalistas, e numa aerodinâmica optimizada, como o prova o Cx de apenas 0,25.


Isto num veículo que em que o comprimento e a largura são semelhantes aos do X5,a altura é equiparável à do X6, e as dimensões das rodas estão ao nível das do X7. Destaque, neste domínio, para a grelha de duplo rim colocada em posição vertical, para os puxadores das portas embutidos e retrácteis, para as janelas sem moldura e para os grupos ópticos dianteiros e traseiros bastante afilados.


Ao mesmo tempo, a BMW assegura que o interior contará com opções inovadoras para utilização em viagem, capazes de proporcionar descontração, segurança e uma nova forma de luxo. Aqui, são dignos de referência os bancos de nova concepção, com encostos de cabeça integrados; o tecto panorâmico de grandes dimensões, a todo o comprimento do tejadilho; a ausência de túnel central, o que amplia a sensação de amplitude interior; o volante hexagonal; o comando da transmissão minimalista; e o ecrã curvo do sistema de infoentretenimento, que integra já o sistema operativo da próxima geração da BMW.


Outros dos trunfos do BMW iX, e dos restantes modelos desenvolvidos a partir da mesma base, será o peso reduzido, garantido pelo uso extensivo a materiais leves, como o provam o châssis em alumínio e a célula do habitáculo em carbono, de que resultam, também, uma elevada rigidez torsional, uma superior agilidade dinâmica e uma elevada protecção dos ocupantes.


Quanto ao sistema de propulsão, integra já à quinta geração da tenologia eDrive, que abrange os dois motores eléctricos, a gestão electrónica do sistema, a tecnologia de carregamento e a bateria de alta voltagem, e oferece mais de 500 cv de potência, permitindo ao BMW iX cumprir os 0-100 km/h em menos de 5,0 segundos. Já o consumo combinado anunciado é de 21 kWh/100 km, o que se traduzirá numa autonomia superior a 600 km, com a bateria a poder receber carga rápida de corrente continua até 200 kW (menos de 40 minutos para repor 80% da respectiva capacidade, dez minutos para dispor de uma autonomia de 120 km), demorando uma carga completa, numa Wallbox a 11 kW, menos de 11h00.


Autor: António de Sousa Pereira, Absolute Motors.

Anuncios Recentes

Ver Todos