SAAB
1
13
História

Os suecos na Saab estavam a construir aviões muito antes de construírem carros, por isso sabe que os seus padrões funcionavam bem porque na indústria aeronáutica não há lugar para erros se quiser voltar em segurança ao solo.

Em 1937 a Svenska Aeroplan Aktiebolaget ou a Swedish Aeorplane Company iniciou a sua actividade, mas no final da Segunda Guerra Mundial as boas pessoas que lá se encontravam tiveram dificuldades em colocar os seus produtos no mercado. Era necessário um novo mercado, mas para um novo mercado é necessário um novo produto. E como a necessidade de levar as pessoas rapidamente e em segurança de um lugar para outro estava a aumentar, que melhor mercado do que o dos automóveis. Assim, em 1944, começou o Projecto 92, ou o fabrico do primeiro carro Saab.

O Saab 92 tinha uma característica muito interessante, mas era uma ocorrência compreensível quando se considera o homem que desenhou o carro utilizado para desenhar aviões: tinha um coeficiente de resistência muito baixo de 0,31, um coeficiente que muitos carros modernos ainda lutam para atingir.

Após o Saab 92 veio o Saab em 1955 com um motor melhorado, actualizado para 3 cilindros e com a grelha trapezoidal que viria a ser uma marca registada da marca em anos posteriores. Uma versão de carroça, a 95 veio em 1959.

Nos anos 60, a direcção geral para a Saab era maior, como o modelo 99 provou. Também trouxe mais potência, uma vez que o 99 foi turbinado, uma característica comum também em carros posteriores, uma tradição para o fabricante sueco de automóveis a partir de então. No final da década, a Saab atingiu a marca de 1 milhão de carros.

No final dos anos 70 era necessária uma nova plataforma para os Saabs envelhecidos, pelo que a empresa assinou um acordo com a Fiat que mais tarde deu origem à Alfa Romeo 164, Fiat Croma, Lancia Therma e ao Saab 9000. Todos estes carros montaram no chassis Tipo Quatro, o resultado da joint-venture.

Dez anos mais tarde, em 1987, a Saab viu-se em dificuldades financeiras e foi forçada a encerrar a fábrica de Arlov a fim de reduzir os custos. O facto de a GM ter comprado 50% das existências em 1990 ajudou a aliviar um pouco os problemas, mas a empresa continuava a perder dinheiro e assim a fábrica em Malmo para reduzir ainda mais os custos.

A recuperação viria sob a forma do Saab 900, desenvolvido com a ajuda da GM em 1993, um carro que daria à empresa o seu primeiro ano rentável desde os anos 80. Mais tarde, a GM adquiriu o resto das acções da Saab como era o acordo inicial e, a partir daí, a Saab tornou-se subsidiária do gigante americano.

Os modelos actuais, os 9-3 e os 9-5, baseiam-se no chassis Opel e são fabricados na Suécia e na Alemanha. O SUV modelo 9-7x está a ser construído na américa, no estado de Ohio. Agora, a empresa anunciou que iria lançar um novo SUV crossover, o 9-4X, após o fim do 9-2X, basicamente um Subaru Impreza rebadjado.

SAAB

Modelos e História

Atualizado há 1 ano
Modelos Em Produção
Organizar
9-3 Aero
  • Gasolina
1 Geração
Modelos Descontinuados
Organizar
9-2X
  • Gasolina
1 Geração
9-3 Convertible
  • Gasolina
  • Gasóleo
5 Gerações
9-3 Coupe
  • Gasolina
  • Gasóleo
1 Geração
9-3 Sport Sedan
  • Gasolina
  • Gasóleo
5 Gerações
9-3 SportCombi
  • Gasolina
  • Gasóleo
2 Gerações
9-3X
  • Gasolina
  • Gás Natural
  • Gasóleo
1 Geração
9-5
  • Gasolina
  • Híbrido (G/E)
  • Gasóleo
4 Gerações
9-5 SportCombi
  • Gasolina
  • Gasóleo
3 Gerações
9-7X
  • Gasolina
2 Gerações
90
  • Gasolina
1 Geração
900
  • Gasolina
3 Gerações
900 Cabrio
  • Gasolina
2 Gerações
9000
  • Gasolina
2 Gerações